A dança da alegria

A dança da alegria - CA Ribeiro Neto

quarta-feira, 5 de março de 2008

(Re) começando

Depois de longas velhas, meu blog volta de cara e endereço novo.
As mudanças eram necessárias, visto que aquele blog do uol é um tanto quanto limitado. Sem falar que esse agora tem meu nome artístico 'Carlinhos Ribeiro' e não mais 'Carlinhos Guto', como antigamente.

Para recomeçar, uma poesia minha que anda fazendo muito sucesso por quem acompanha meu trabalho. Ela tem continuação que virá na próxima semana!


Triângulo Triste


Como é complicado um triângulo amoroso!

Dois gostam de Um e Um gosta de Todos.

E se os Dois se conhecerem?

E se o Um não percebesse?

E se alguém chorar?

E tudo terminar

De um jeito

Triste

E só

?


.Carlinhos Ribeiro.

------------------------------------------------------------

* V0ltando ao grupo 'Blogs de Quinta' também!
* Agora no curso Politica e Legislação
* Continuo Coordenador-Geral do Grupo Literário APPLE
* Continuo percussionista do eMeloDia
* Continuo amando a vida e a Luz
------------------------------------------------------------

ESCUTANDO NO MOMENTO: Por causa de você, menina - Jorge's Ben, Vercilio, Aragão e Mautner.

PENSANDO NO MOMENTO: espero que melhoras nesse blog!

Boa Sorte

9 comentários:

Alhures disse...

Tão legal saber que vc tá de volta pra escrever... :)

Thiago César disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thiago César disse...

oh o carlete réi nas área do nêgo mah!

jah vi essa poesia to-da!
nhem nhem nhem-nhem!

boa sorte na sua nova empreitada, amigo!

Pedro Gurgel Moraes, um Poeta disse...

ahá!

finalmente!!!


então que dizer que você subiu de nível né?

não és mais um escritor de quinta, mas um de quarta... hum...


é isso mesmo!

Utrillo disse...

Rafael Parente

Carlim réi!
Todo de blogspot, agora!
ummmmm
to qurendo um site pra colocar umas coisas!
Tás afim de compartilhar um?

Thiago César disse...

eu disse q "não olha para além do espelho" no sentido de q nao olha para outra coisa a nao ser para si mesmo, entendeu?

hehe!

Pedro disse...

aeeeeeeeeeeeeeeee


eu conheço essa poesia!!!!

Alhures disse...

Então que continue a escrever.. e que, se possível, a me visitar.. Adooro o que tu escreve... :)

:***

Carol Matos disse...

Carlimmmm!

Adorei seu poema.

Quando eu crescer,
quero ser que nem você.