A dança da alegria

A dança da alegria - CA Ribeiro Neto

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Do Desenho Urbano... 4/11

Quarto capítulo, é agora que entra ar política! Pra quem começar a ler meu blog agora, os primeiros capítulos estão logo abaixo desse.

Do Desenho Urbano à Sombra das Árvores

IV

Era período de eleições, os dois principais partidos da cidade cuidaram logo nas coligações e nos nomes para candidatos a Prefeito.

O PCS, partido da Causa Social, lançou logo seu candidato. Luís César, um ex-favelado, ex-líder comunitário, e agora, grande político da região. Como deputado federal, defendeu um projeto audacioso para a educação, mas foi barrado pela oposição.

O PEC, Partido da Esquerda Capitalista, indicou para a prefeitura, um cara que representa bem a idéia do partido, Lima Chagas é um mega-empresário, mas sua preocupação com os mais necessitados comovia muitos.

Mário é militante do PCS, apaixonado por política, viu o então candidato Luís César crescer no partido e se espelhava bastante nele. Marta, por sua vez, é filiada ao PEC. Já fazia um tempo que ela estava com esse grupo e esse ano foi promovida a coordenadora de um grupo de bandeiradas de semáforo, cargo que, coincidentemente, Mário também exercia no PCS.


C. A. Ribeiro Neto
-------------------------------------------------

* Abarcando o mundo com os braços nessas férias...
* Só
------------------------------------------------

ESCUTANDO NO MOMENTO: Você pediu e eu já vou daqui - Nando Reis
Boa Sorte

5 comentários:

Emily disse...

Só uma coisa: Os opostos se atraem.

Thiago César disse...

carlim de ferias eh foda nao hein!

Marcella disse...

taí que eu num sabia que tinha coordenador de bandeiras...
passada...
;)

Hermes disse...

Se eu fosse do PcdoB não pegaria essa dona não. Essa representande da imoralidade destrutiva e imparcial em relação à sociedade desfavorecida sem dinheiro. Essa Marta aí merece ser amarrada nua na catraca do Parajana, 15 para 18 horas.
dasdashduashdas

Imcompreendida disse...

Olha eu aqui...

Já conheço este conto, foi um dos que mais gostei, uma história de amor que dá certo, como poderia Eu não gostar???

Acabei de atualizar o meu, quando puder passa lá e me diz o que achou... è um pequeno texto, mas acho que ficou cheio de sentimento, eu acho... rsrrs Terminei de lê o conto, vou te enviar por e-mail com a minha opinião. Um abraço,