A dança da alegria

A dança da alegria - CA Ribeiro Neto

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Cenário das eleições municipais de Fortaleza em 2008

Dos meus leitores, apenas a Fau não é de Fortaleza, então ela é a única que tem o direito de não entender nada. Se você não é a Fau, entenda, ou procure entender!

Cenário das eleições municipais de Fortaleza em 2008



Em 2006, afirmei em meu blog passado, que aquelas eleições foram as mais vergonhosas desde a democracia. Pois vimos o PT apoiando um candidato que, apesar de ser do PSB, era totalmente ligado a oligarquia Tassista.

Como as eleições para Prefeito e Vereadores estão se aproximando, já começa-se a falar em nomes e coligações possíveis para a disputa em Outubro. Aí é que vem a situação alarmante. Comecemos pela candidata da situação.

A atual prefeita Luiziane Lins, do PT, com certeza deve ser candidata a reeleição. É certo que em seu mandato, ela fez muitas coisas por Fortaleza, que aliás, não chega nem aos pés do que o antigo prefeito Juraci Magalhães. No entanto, ela também deixou muito a desejar, saúde e educação estão paradas (e paradas numa péssima colocação), além de situações polêmicas desnecessárias.

Nesta última semana ela esteve em reunião com Eunício Oliveira – ex-ministro da Comunicação de Lula - com o objetivo de reafirmar a coligação com o PMDB. Na negociação, ficou afirmado ela como candidata da coligação, e ele, como candidato a Senador, em 2010. Não estou dizendo que isso é bom, ou ruim, o ruim mesmo é o que vem agora: os dois partidos estão comprometidos com a reeleição do Governador Cid Gomes também em 2010. E aí é que está, com PSB, PT, PMDB e PSDB na mesma coligação, certamente ele ganhará por W.O., por falta de oposição forte.

Pois bem, para disputar com Luiziane Lins, certamente terá o nome de Moroni Torgan do DEM (seria Democratas, ou Demo?), que está sumido, para não mostrar sua sujeira.

Outro nome que antes surgia como certo, não surgirá mais. Heitor Férrer, do PDT, não será candidato pelo seu partido, pois o partido resolveu levar o nome de outra pessoa: Patrícia Saboya (aquela mesma, ex-mulher de Ciro Gomes, que era do PSDB). O partido já acertou que ela será candidata do partido, e mais, não deixaram Heitor Férrer sair do PDT para ir pro PSOL, como ele tinha afirmado antes, alegando manter a unidade do partido. E o pior, estão falando em coligação com PSDB. Estão jogando a história de Leonel Brizola no lixo!

O PSDB certamente, deve apoiar alguém, e talvez a Patrícia mesmo, pois eles não têm mais nome forte para disputar. Tasso não deixará seu mandato de Senador, para ser Prefeito, e Lúcio Alcântara saiu de PSDB para ir pro PR. Chegaram a cogitar o nome de Fernando Hugo, um louco, que não fala nada com nada. Mas ele mesmo teve o discernimento de recusar a proposta.

PT, dentro da oligarquia. PMDB, se contentando em ser o terceiro partido de uma coligação, PSB vendido, esquecendo sua história. DEM, desses não se espera nada. PDT, jogando fora tudo que tinham. E PSDB, sem força para nada. Essas eleições vão ser uma fachada para a reeleição da atual Prefeita. O pior de tudo, é a pseudo-democracia instaurada no Ceará, onde o voto não está servindo de nada. Tudo está sendo resolvido nas reuniões particulares. Pra frente, Brasil!


Carlinhos Ribeiro
------------------------------
* Se alguém quiser entender mais alguma coisa, ou saber de algum nome específico dito aqui, podem me procurar, perguntar, que responderei com o maior prazer!
* Desculpem se me exaltei em algum momento no texto, mas esse assunto mexe comigo!
* Apartir de hoje, no "Escutando no momento, colocarei um trecho da música, que merece ser refletida.
* Sem mais.
------------------------------

ESCUTANDO NO MOMENTO: Sina de Caboclo - Nara Leão, Zé Ketti, João do Vale - "... Ganho a vida na enxada/ o que eu ganho é dividido/ com quem não planta nada..."

PENSANDO NO MOMENTO: Ê democracia pai d'égua!

Boa Sorte

2 comentários:

Imcompreendida disse...

Então Carlinhos, entendi assim a politicagem, apesar de não conhecer os nomes... mas, assim... tem alguma solução??? parece-me que não né?
Aqui, é um pouco diferente existe uma direita(que agora é oposição) muito forte e uma situação(ex-oposição) que está crescendo muito nos últimos anos e que conseguiu os postos de Prefeito e Governador - e agora com a morte(por desgosto) do nosso "chefe", "cacique", "coronel", ou seja o "dono" da Bahia (rsrsrs) - deve continuar no poder, pois o projeto de "chefe", "cacique", "coronel", ou seja o "herdeiro" da Bahia, ainda não tem muita força política e eles parecem não ter outro nome ainda.
Mas, resumindo "tudo isso" é Brasil... apesar de haverem coisas que como eles mesmo dizem: "só se vê na Bahia" rsrsrs... É aquilo mesmo não muda nada.

Anônimo disse...

Olá Carlinho Ribeiro,
Não surpreende a ninguem esse epsódio, pois sabemos que quando alguem assume um cargo público, este imagina ter comprado tal cargo e analizando bem com os FERREIRA GOMES essa situação fica pior, já manteem os crgos de Prefeito de Sobral, Senador, Governador, Deputado Federal e agora querem a prefeitura de Fortaleza, imagino que querem mais arrocho para os menos favorecidos, aumentando carga tributária, mais fiscalização de transito, diga-se de passagem os proprietarios de motos e carros velhos do interior do Ceará conhecem isso como niguem, são perseguidos diariamente.
Um abraço
Geraldo