A dança da alegria

A dança da alegria - CA Ribeiro Neto

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Volta!

Apresento agora Wallace Lago. Dos meus pseudônimos, ele é o que menos se parece comigo, o criei como um desafio! Ele é um conquistador barato, vive de conquistar garotas por aí e enganá-las, principalmente a já falada Magali do Riacho. Segue agora uma poesia que ele fez para a Magali, depois de uma das muitas brigas deles!

VOLTA!

Estou sentindo a sua falta
Estou sentindo falta da sua fala
Então pára e fala na lata
Vai! Desabafa!
Descasca as palavras
Que estão encravadas
No seu olhar de inconformada

Quero você aqui comigo
Quero você no meu ouvido
Falando e repetindo
Lá dentro do meu íntimo
Tudo aquilo que preciso
E que eu não consigo
Descobrir sozinho

Estou esperando a sua volta
Dá meia-volta, agora!
Abre de vez essa porta
Me esculhamba, me explora
Mas me perdoa e contorna
Toda essa história
E, por favor, não chora.

Wallace Lago

------------------------------------------

* Dourado e os Bonilas tocaram na concha acústica da UFC terça-feira!
* E, se Deus quiser, tocarão de novo lá na sexta!
* Escravisado em minha própria casa!
* Só!

Visitem também: www.aondeeuestavamesmo.blogspot.com

ESCUTANDO NO MOMENTO: Tanta Saudade - Interpretes: Ana Carolina & Seu Jorge - Composição: Djavan e Chico Buarque

Ai, saudade, inda sou moço
Aquele poço não tem fundo
É um mundo e dentro um mundo
E dentro um mundo e dentro um mundo
E dentro é o mundo que me leva


Boa Sorte

7 comentários:

Paulo Henrique disse...

'Tadinha da Magali se essas palavras forem só blá blá blá de um cara que quer perdão e sempre reincinde no erro. Só queria saber o que o Zeca do Riacho acha desse Wallace!

Imcompreendida disse...

Achei cômica a poesia, principalmente por causa da explicação dada antes sobre o Wallace...

Escravisado em casa, porquê???
E este "só"... é só de acabou... ou de sozinho???

Ah! Quero um favor... Olha lá no arquivo do meu blog, os primeiros post e me diz o que você acha, please... rsrs

Um beijo,

Marcella disse...

"Falando e repetindo
Lá dentro do meu íntimo
Tudo aquilo que preciso
E que eu não consigo
Descobrir sozinho"

"Amar é olhar-se pelos olhos de outro"

Será que tudo é falsidade?
O excesso de entrega faz-me pensar que a essência, mas o mais importante nunca é realmente dito, não é.

Eu achei muito parecido com o da Magali, o estilo.
Já que são pessoas diferentes, isso pode não ser bom.
Mas vai que eles são almas gêmeas mesmo e ele num viu isso ainda...
ou não quer admitir.
hehehe

beijos, moço

Imcompreendida disse...

Adorei o comentário... "amarra uma corda na sua cintura e deixa a ponta com outra pessoa... isso chama-se amizade"... Lindo!!!

Thiago César disse...

valew!

pena q nao fomos classificados pra tocar sexta, mas jah valew muito a pena!

poesia deizano!

Thiago César disse...

ambiguo pq mah?
entendi nao...

me empresta tua boina de novo pra sexta vah lah!
:P

flw!

Anônimo disse...

Obrigado por Blog intiresny