A dança da alegria

A dança da alegria - CA Ribeiro Neto

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Retas Quebradas

Hoje, primeiro dia como www.caribeironeto.blogspot.com!!!!!

E com duas adesões ao Blog's de Quinta:
Gabriela Benigno: http://oeuescancarado.blogspot.com/
Hermes Veras: http://hermestrismegistoss.blogspot.com/

Continuando a série Pequenos Textos, Grandes Recados, em 'Retas Quebradas' trabalho com a desconstrução, onde as mesmas palavras formam histórias diferentes em cada estrofe. Decifrem-nas.

RETAS QUEBRADAS

Retas paralelas
De várias cores.
Muita coisa em cima delas,
Cada qual com seus valores,
À espera de algumas metas
Ou à dores de seus amores.

À espera de amores,
Cada qual da sua cor.
Paralelas a muita coisa,
Retas em cima da dor
Delas, parte várias metas
Algumas sem valor.

C.A. Ribeiro Neto

-------------------------------------

* Semana muito, mas muito ocupada mesmo...
* Lu tá em Fortaleza!!!
* Sarau do Grupo Literário APPLE, sexta, 19:30, no CH 3 da UFC!
* Bem vindos os novos nomes do Blog's de Quinta!
-------------------------------------

www.aondeeuestavamesmo.blogspot.com
-------------------------------------

ESCUTANDO NO MOMENTO: Sinal Fechado - Paulinho da Viola

Boa Sorte.

6 comentários:

Thiago César disse...

teh o chico buarke eh mah?
trocando as palavras pra formarem frases diferentes...
:P

Marcella disse...

Eu gostei, na verdade, das poesias que eu lembro, essa é a segunda que mais gosto (é claro que a primeira é q foi feita pra mim, né?).

Lembrei de muitas coisas... mas vou ficar com o arco-íris pq tow feliz.

Tão feliz que me abateu a loucura e toda vida que isso acontece faço algo exagerado.
Dessa vez, entreguei algo ao seu segundo dono. Por isso a repetição da poesia.

beijos

vilminha disse...

Nossa Carlinhos, então usou literatura, desenho e matematica e ia usar pequenos textos e usou de tão grandes grandezas e combinou bem, amo cores, geometria e literatura e isto tudo na sua mão virou em poesia ficou bom. Beijos e um ótimo final de semana.

Imcompreendida disse...

"À espera de amores,
Cada qual da sua cor." è bem assim, cada qual com a sua cor, o importante é que seja amor né? ou não... rsrsrs brincadeirinha...

Que bom que vc gosto do soneto, vindo de vc é um grande elogio, mas eu particularmente não gostei, não gosto da minha poesia, só das dos outros rsrrs...

Queria saber escrever uma poesia para te retribuir o presente, mas não sei, um dia quem sabe?

Um abraço,

Paulo Henrique disse...

Muito massa essa tal desconstrução!

gostei mesmo!

Marcella disse...

caraca carlin..
cada dia me surpreendo mais com vc..
XD
esse texto ficou maravilhosos mas eu keria realmente saber o verdadeiro sentido dele..pq o meu eu jah dei..
=)

bju

continue assim
XD
saudades..