A dança da alegria

A dança da alegria - CA Ribeiro Neto

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Análise Boca de Urna

Amigos, interrompo a série Pequenos Textos, Grandes Recados, tendo em vista a aproximação das eleições. Não vou explicar aqui, porque já explico no texto que fiz.

Estamos bem perto das eleições municipais de 2008, onde nosso futuro será decidido entre 9 candidatos. Como devem saber, estudo Política e Legislação e farei aqui uma análise dos candidatos da forma mais imparcial possível. Irei começar dos que tem menos chance, para os que mais tem chance de conseguir ser o próximo prefeito de Fortaleza.

Carlinhos, do PCB, é um cara legal, mas tem um discurso congelado. O comunismo não dá mais. Aguiar Júnior (obrigado, Fortaleza) é outro sem chance nenhuma. Com propostas loucas, virou o palhaço das eleições. Pastor Neto é outro, que se apóia na Igreja Evangélica, mas nem os evangélicos o apóia, sem falar que ele claramente administraria de forma tendenciosa.

Os candidatos medianos são (ou eram) 3. Adahil Barreto(PR) é um bom deputado, mas fez tudo de errado nessa campanha eleitoral. Centrou-se em seu padrinho político, Lúcio Alcântara, que aliás, não tem influência em Fortaleza; sua campanha tinha muita técnica de marketing, mas que não resultaram em nada, suas fotos pareciam de ilustração de livros didáticos de inglês; e sem falar que ele, não demonstra ser um político de articulação, se aliando a partido de direita conservadora.

Luiz Gastão desistiu da campanha, pelo PPS, devido a suspeitas de falcatruas, dizem as más línguas em superfaturamento de preços. Mas mesmo assim, o que o Presidente da Federação dos Comerciantes estará preocupado? Com a população, ou com quem sempre pagou seu salário? Com a desistência dele, o PPS lançou um outro candidato, mas nem sequer mostrou o rosto dele. Ou seja, nada.

Quanto a Renato Roseno, do PSOL, eu quero que prestem atenção, pois muitos dos meus leitores vão votar nele. Sinceramente, acho ele uma boa pessoa, e quem sabe, um bom político, digo “quem sabe” porque ele nunca foi nada politicamente. Ele é inteligente, tem um discurso interessante, não é simplesmente àquelas abobrinhas do PSTU e de outros do PSOL. Apesar de em momentos passados eu ter criticado a falta de experiência dele, o problema que enxergo não é esse. É que, se por um milagre, ele ganha essas eleições, o mesmo milagre com certeza não aconteceria no legislativo, pois é entre os vereadores que estão os caciques, que engolem muitos votos. Então, ele não conseguiria administrar Fortaleza com uma oposição na câmara dos vereadores de praticamente 100%. Pensem nisso.

Patricia Saboya (PDT), que segue os passos do ex-marido Ciro, ao desrespeitar o que se chama ideologia partidária. Ela tem tudo para ser uma grande política. Tem articulação, tem contatos, tem amizades importantes, tem pulso firme. Mas foi ela quem perdeu essas eleições. Não soube fazer oposição, ficou entrando em briguinhas que sabia que iria perder, como “quem o Lula está apoiando?”, ia falar de suas propostas, falando que iria continuar tudo da Luizianne, apenas melhorando, então que troca teríamos aí, se ela quer continuar o projeto da Luizianne? Não soube traçar estratégias (isso é tradição no PDT atual...), pois ela sabia que seu primeiro adversário era o Moroni, e não a Luizianne! Enfim, futuramente, podemos até ter Patricia como prefeita, mas não dessa vez.

Quanto ao Moroni, do DEM, vocês me desculpem, devo estar sendo parcial agora, mas não consigo ver ponto positivo nele. Propostas fraquíssimas, deixando muita margem para as não-realizações, atacando ações da atual prefeita que só fez se queimar mais. Hospital da Mulher é uma realização, lembrem-se que, as obras estão no começo, mas antes disso teve batalhas da prefeita. Ele já teve oportunidades como vice-governador, secretário de segurança do estado e deputado federal, em nenhuma dessas ele foi atuante. No seu período como secretário foi quando mais aumentou os casos de pistolagem. Ele já demonstrou ser demagogo, falso moralista, preconceituoso e sensacionalista. Nota mental: o partido dele é considerado ultra-conservador e tem suas origens no partido de apoio da Ditadura Militar (ARENA).

A atual prefeita, Luizianne Lins, do PT, fez um mandato regular, nem muito bom, nem muito ruim. Teve mais força e ousadia que todos os homens que passaram na mesma cadeira que ela; quebrou um sistema antigo de aumento de passagens de ônibus, quem pegava ônibus das antigas se lembra que tinhas uns dois aumentos por ano; aumentaram-se os empregos, enfim, não foi de todo ruim. Mas não foi de todo bom, ela deixou a desejar dois dos três pontos que acho mais importante: saúde e educação (o terceiro seria igualdade social). Não é que ela não tenha investido nessas áreas, mas é que, não acho que tenha sido de forma apropriada. Notas mentais: 1. Hospital da Mulher está de forma normal, não critiquem ela por isso; 2. O carnaval e o Reveillon de Fortaleza apenas tomou um novo rumo, o que antes era marginalizado e esquecido, hoje está organizado, bonito, e incentivando o turismo.

Bem, com tudo isso que eu disse, parece que não tem candidato bom. Nunca terá. O que devemos avaliar, é quais pontos negativos conseguimos suportar.

C. A. Ribeiro Neto

--------------------------------------

* Sexta, no CH da UFC, às 19:30, Dourado e os Bonilas tocando!

* Meu voto vai para a Luizianne.

-------------------------------------

ESCUTANDO NO MOMENTO: Samba que nem Rita adora - Seu Jorge

Boa Sorte

5 comentários:

Hermes disse...

Não gostei....
Você está atacando muito o meu candidato, que é o Pastor Neto. Por mim, ele é o que tem a maior base para ser prefeito, e quiçá, ser até mesmo Presidente da República do Líbano.


hauahuaa. Zoeira.

Enfim...o que era de se esperar, o menos ruim é a Luiziane, mas eu tenho uma curiosidade de como seria a Patrícia no prefeitura...O Roseno não me interessa muito, na verdade, esses partidos que tem o nome Comunista, Socialista no meio são todos furados...Aliás, o tanto de partido era para ser diminuido, ta muito bagunçado.

Se eu fosse votar(Não tirei o meu título)
Votaria na Patrícia primeiro turno, provavelmente, ou Roseno...
E no segundo eu me decidiria. Levando em conta que no segundo turno o debate é bom, o tempo é meio a meio.
Vereador eu votaria no Evaldo, apesar dele ser do PcdoB, mais um desses partidos com nome de comunista.

Thiago César disse...

eh o bom, eu vi o candidato carlinhos fazendo passeata a pé na Av. da Universidade hj!

:P

Paulo Henrique disse...

As eleições já passaram e eu li o texto agora. Mas, de qualquer forma, foi uma análise interesante, bem descontraída.

Até eu, agora, sei mais sobre Administração Pública do que o Pastor Neto (tô estudando, em casa mesmo, Direito Administrativo prum concurso).

vilminha disse...

Oi carlinhos, passando pra desejar uma ótima semana, que Deus te proteja, ilumine (se é que é possível, pois vejo que és muito iluminado)guarde e governe sempre. OBS: Vou me abster de comentar política, estou tão... que estou me retirando por ora deste assunto. Beijos no coração e na alma.

Marcella disse...

Primeiro, vc entrou no curso.
Agora, ele entrou em você.