A dança da alegria

A dança da alegria - CA Ribeiro Neto

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Ao menos uma coisa acertei

Encerrando essa reapresentação de meus pseudônimos, 'Ao menos uma coisa acertei' é uma poesia um tanto engraçada. Espero que gostem. Próxima semana começarei uma série intitulada 'Sociedade', com crônicas e contos carregados de críticas sociais.



AO MENOS UMA COISA ACERTEI

Um cordão com a letra A...
Será que ela vai gostar
Se eu tentar advinhar
Seu nome, sem perguntar?

Ela tem cara de Aline
Que, com todo seu requinte,
Encanta-me e não permite
Que eu sequer me retire.

Parece-me mais Andrea,
Pois mulher como essa,
Tão ilustre e tão bela,
O próprio nome já revela.

Pode ser também Aparecida.
Afinal, com essa carinha
De princesa ou rainha,
Confunde-me se és mulher ou menina.

No meio dessa gincana,
Pergunto-me se és Amanda,
Alana, Alessandra
Ou o simples e meigo Ana.

Foi então que meu amigo Arlindo
Apresenta-me sua namorada.
O que acabou me confundindo,
Pois o nome de sua amada
É acompanhado por um apelido:
A Princesa Sara!


Wallace Lago
(CA Ribeiro Neto)
-----------------------------

* Segunda fico de férias da Casa de Cultura Portuguesa!
* Nessa sexta, ás 20h, irei assistir a um sarau no CA de Letras da UFC, quem quiser ir assistir também...
* Na sexta da próxima semana, no mesmo local e horário, eu me apresentarei nesse sarau!!!!!
* www.aondeeuestavamesmo.blogspot.com
-----------------------------

ESCUTANDO NO MOMENTO: Veja bem, meu bem - Los Hermanos
Boa Sorte

6 comentários:

Hermes disse...

Não entendi a última estrofe, to tentando entender ainda. O que ele acertou foi o apelido dela que era com A?Não ficou muito vago para mim! Abraço, e a gente se ver no sarau.

Gi disse...

eu fiquei feliz quando li o comentário do Hermes... pelo menos não foi só eu que não entendi o final! rs

Thiago César disse...

mash, algumas rimas tuas num rimam nem nao... hehe!

P.S.: parabéns, dessa vez entendeu direitinho o q eu kiz dizer com meu poema de quinta!

Paulo Henrique Passos disse...

Desse jeito não tem nem como alguém ser contaminado pela tal síndrome de Bartleby, a das bolinhas de papel amassado. Valeu mesmo pelo(s) comentário(s)!

Quanto à poesia, não leve essa para declamar hehehe!

A moça da flor disse...

eu gostei ._.
achei criativa e engraçada :DD
e eu entendi o final \o\

acho que nem sempre as poesias devem ser sérias e comprometidas com falar sobre as profundezas da alma... o legal da poesia é poder brincar com as palavras e torná-las cômicas algumas vezes!
por mim podia sim declamá-la :D
(tem meu apoio!!)

Marcella disse...

Eu lembro desse poema!
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa