A dança da alegria

A dança da alegria - CA Ribeiro Neto

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Diálogo I: O sorvete que saiu caro

Voltando à série 'Experimentar', apresento-lhes um texto em parceria feito com Hermes Veras , onde um colocava 7 palavras seguidas e o outro tinha que continuar o texto com mais 7 palavras e por aí vai. Saiu um texto com elementos dos dois escritores: de minha parte saiu as críticas ao cotidiano e caprichos da sociedade, da parte dele, os elementos bem cearenses, fortes e diretos.


Diálogo I: O sorvete que saiu caro

- Mô, compra sorvete?

- Num sei... você sempre dorme depois de tomar sorvete.

-  E daí?

- E daí, que você sabe... eu até aprendi uma música nova no violão, essa que toca na novela!

- Hummmmm, então toca. Mas ainda quero sorvete hoje, é desejo!

- Mas amorzinho, a música é bem romântica. Tô precisando daquelas noites de volta, vai!

- Olha o tamanho da minha barriga! Tu nem liga pro nosso filho!

- Ele vai nascer com cara de sorvete, é? (gargalhadas)

- Não! Com a cara do tarado da música safada!

- Mas amor, já são quatro meses sem esquentar o maçarico, aguento mais não!

- Pois trate de sussegar o facho! Já!

- Mulheres! Desisto, vou comprar o sorvete, porém quero ao menos um strip tease. Tudo feito por cê é mara, mô! Começa a se preparar, viu?

- Mas tem umas coisas...tá faltando os acessórios adequatos, dá pra arrumar?

- Isso já tá ficando caro. Bota só os melhores hits para tocar, enquanto vou ver o que faço...

- Onde você vai? Custa nada comprar meu sorvete!

- Vou comprar o sorvete e arranjar algumas cervejas. Sex shop é aberto de madrugada e...

- Ah não! Odeio seu bafo de bebida. Chega. Não quero mais. Só pipoca e sem strip tease! Vai passar Mulher...

- Mulher Menina. Já sei! Odeio esse filme!

- Azar o seu! Vou assistir de porta selada, sozinha, digo, com o bebê! Vá pro sofá sem sorvete, sem cerveja e sem barriguda. Só assim ele nasce com cara de tudo, menos de homem safado!

CA Ribeiro Neto e Hermes Veras
----------------------------------------

* PC de volta! Meus textos de volta... meus projetos de volta...
* Nesses momentos percebo o quão dependente disso eu me tornei...
* A vida vai bem, obrigado!
* Eufonia muito bom, gente nova, encontros produtivos!
* Na foto da semana, Ana karine, que estudou comigo na Matemática!
-----------------------------------------

ESCUTANDO NO MOMENTO: Quintais/Meu Aboio - Gonzaguinha!

LENDO NO MOMENTO: A revolução dos bichos - George Orwell - Pg. 134.

Abraços e beijinhos e carinhos sem ter fim

3 comentários:

Emily S. M. disse...

"Só assim ele nasce com cara de tudo, menos de homem safado!" foi a melhor parte, um ótimo desfecho. Ainda lembro quando foi feito, no CEFET! Ou melhor, IFCE... ASEYEGSGES
Eu tava meio drogada ou não sei o quê no dia que achei isso muito bizarro, mas pra mim faz todo sentido agora! Eu ficava "hã? que negócio é esse de esquentar o maçarico?", mas agora a gente vê no quanto uma coisa simples pode resultar, no quanto um diálogo é rico em suposições e interpretações.

.Emily~ disse...

Ah! Uma coisa que só percebi agora: ele também denuncia nosso uso de estrangeirismos pras coisas! Fala hits, strip tease, sex shop...

Thiago César disse...

axo q jah li issae no blog dele...